Entre a liberdade e o determinismo

Trecho extraído e traduzido do livro Everyday Mysteries, da filósofa e psicóloga existencialista holandesa radicada na Inglaterra Emmy Van Deurzen

Todos os passos que damos, tudo que decidimos, é o resultado de uma multiplicidade de influências, que incluem elementos do passado, presente, e expectativas futuras. Há fatores determinantes de classe, de país, de cultura e de inteligência. Há fatores hormonais, genéticos e de personalidade. Há fatores situacionais, contextuais, e interpessoais que também afetam cada passo que damos. Nenhum destes fatores sozinho determina o que vai acontecer, ou ao menos, isso é muito raro.

Cada situação é uma nova combinação de elementos, como ondas em um oceano correndo juntas e formando novos padrões e correntes. Não estamos à mercê desses padrões e ondas, nem somos capazes de escolher nosso caminho deliberadamente e isoladamente. Somos, isto sim, apenas capazes de aprender a trilhar nosso caminho em meio às ondas, jogando-nos nelas ou surfando em sua crista, deixando que o mar se feche quando emergimos.

O resultado total de nossas ações é frequentemente imprevisível. Nunca podemos convincentemente retraçar nossos passos e explicar o que aconteceu, sem que criemos novos padrões e ondas nesse processo. A única coisa que é relativamente certa é que não somos unidades autossuficientes, tampouco imutáveis. Para que continuemos a nos sentir vivos, devemos nos permitir ser movidos pelas energias e padrões de atração e repulsão nos campos de energia nos quais estamos inseridos, e dentro dos quais todos os nossos movimentos acontecem.

Não somos nada só por nós mesmos: vivemos apenas na medida em que permitimos o jogo dos elementos através de nós. Em certo sentido, não somos nada mais do que a caixa de ressonância das forças da criação; no entanto, o som que produzimos nesta ressonância afeta estas forças de volta, ainda que de forma modesta.

Mulher pensando

Foto: http://soulconnection.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.