Pai Nosso na minha versão

Por Lesly Monrat

Pai-Mãe, preto-branco, homossexual-heterossexual, rico-pobre
Abençoado seja todo o mundo, independente de bandeiras
As fronteiras não existem em seu reino, que todos possam circular
Ilimitadas sejam as concepções da harmonia e da paz verdadeira

Dai-nos força para perdoar as indiferenças,
assim como desejamos ser aceitos incondicionalmente
Mas quando isso não acontecer que nos lembremos da impermanência
De como o novo vira velho, de como o filho vira pai
E que em todos os instantes possa haver amor

Não nos deixei cair no esquecimento
de que não somos seres sozinhos
de que precisamos viver em comunidade
de que precisamos viver em natureza
de que precisamos viver o todo

E livrai-nos de nós mesmos, quando o egoísmo estiver nos sufocando
quando não ouvirmos mais a chuva
quando não nos sensibilizarmos mais com o sol e com a lua

Que possamos despertar para a plenitude
De todos os reinos, de todos os seres

Ó ser Universal!

Pai nosso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.