O Amor une, a Verdade liberta

por Samantha Sabel

Quantos insights contidos nessas simples palavras! Para mim, elas resumem a essência do aprendizado de ser humano no seu melhor sentido. Pois o melhor sentido de ser humano é a capacidade de Amar com Verdade. Unir com liberdade. Aproximar sem aprisionar.

Tanto pode ser dito a esse respeito e tanto já o foi, de maneira tão melhor do que posso expressar. Mas dentro do meu microcosmo, posso dizer com sinceridade que entendo, sou provocada e tocada por essa paradoxal combinação: Amor e Verdade.

Sim, porque parte de mim sabe, na prática, o que é amar sem verdade: apego. E sabe também o que é verdade sem amor: arrogância. Amor sem Verdade sufoca; Verdade sem Amor destrói.

Já o Amor com Verdade… é uma verdadeira bomba atômica do bem. É furacão centrífugo e centrípeto ao mesmo tempo. Eleva tudo que toca. Gera força, energia, movimenta o mundo. Faz tudo crescer e melhorar.

Aprendendo a ser humana no melhor sentido, acesso o Amor com Verdade apenas nos meus melhores momentos. Eles nunca duram o suficiente para satisfazer a infinita sede de progredir. E que bom que é assim: a estrada da evolução nunca acaba, e temos sempre novas paisagens para apreciar.

Agora entendo: minha procura essencial é por sentir e compreender como viver o Amor que une e a Verdade que liberta. De forma cada vez mais perene.

A viagem pode ser longa, mas o destino é fabuloso. Banhado de esperança, o caminho se torna mais lindo. E o mantra que melhor o acompanha é esse: Amor e Verdade.

Que assim seja!