Dr Hernande Leite sobre emoções e doenças Físicas

(entrevistador) O que é exatamente a Consciencioterapia, e o que é a aplicação da Conscienciologia?

(Dr Hernande Leite) Trocando em miúdos, a Consciencioterapia é a terapia da consciência. Agora, o que é a consciência pra gente? A partir do momento em que a pessoa passa por essa experiência da quase morte, ela descreve fora do corpo, ela tem emoção fora do corpo, tem racionalidade e grava aquilo, e passa aquela memória para a memória física e depois descreve, a gente parte do pressuposto que o corpo emocional, as emoções da pessoa, a racionalidade e a memória dela não são um produto do cérebro físico. Não sendo do cérebro físico ele passa a ser desse corpo espiritual, do perispírito, ou do psicossoma, como a gente chama. Então se uma pessoa tem um trauma de uma vida anterior e ela renasce, provavelmente esse trauma está gravado e vai passar para o inconsciente. A psicologia trabalha com esse inconsciente. Só que as terapias convencionais elas trabalham esse inconsciente dentro de uma determinada vida, como se o inconsciente fosse construído no período do nascimento e no período da infância. A gente considera toda essa parte inconsciente e todo esse arcabouço de trauma emocional, que ele já vem armazenado de outras vidas. Então você precisa dar um significado pra esses traumas e fazer com que a pessoa reinterprete essa questão desses traumas visando o objetivo de nascimento que ela tem, que a gente chama de programação existencial, e que muita gente chama na religião de missão. Então a gente direciona mais esse tipo de tratamento, para que a pessoa trabalhe esses traumas e ela se desenvolva aqui para poder cumprir essa programação existencial, ou essa missão que ela veio fazer aqui.

(entrevistador) Eu não sei se é uma aberração o que eu vou dizer mas eu estou traduzindo por auto-hereditariedade, ou hereditariedade de si mesmo.

(Dr Hernande Leite) Isso, nós chamamos de para-genética. A para-genética são aqueles aspectos que a pessoa tem do pensamento dela, e do sentimento, que interferem no próprio corpo físico. A gente sabe, a medicina psicossomática estuda e já trabalha há muito tempo com o impacto da emoção nas doenças físicas. Ou pioram o quadro, ou seja, agudizam a doença crônica ou tem muitas coisas que a pessoa começa a desenvolver, até sintomas que a pessoa tem (o que se chama de somatização), sem ter uma doença física. Então isso daí a medicina já trabalha muito bem, tem essa especialidade da psicossomática. A psicologia trabalha que esse lado do inconsciente é formado a partir do nascimento, enquanto que a gente trabalha com esse aspecto, ou seja, a partir do momento em que eu morrer, que eu passar para uma outra dimensão, eu vou conservar a minha maneira de pensar e a maneira de sentir. Ou seja, se a pessoa é uma pessoa rancorosa ela guarda esse aspecto de rancor dentro da própria personalidade dela. Então a personalidade dela não é um produto do cérebro físico, a personalidade é um produto que muita gente considera como um aspecto espiritual, e a gente considera como consciencial, daí que vem o nome Conscienciologia.

Hernande Leite é médico cardiologista e professor de Conscienciologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.