Life vest inside

O colete salva-vidas da gentileza

Os mais experientes costumam dizer que a evolução passa, inevitavelmente, pelo assistencialismo. Em algum ponto de nossa existência, seja na vida atual ou mais para frente, só fará sentido seguir adiante se estivermos fazendo algo por quem está ao nosso redor.

São diversos os níveis em que o assistencialismo pode acontecer. Algumas pessoas sentem utilidade e vontade de fazer sopa para quem tem fome. Outras tem a chance de resgatar um cão abandonado das ruas. Nos centros de espiritualidade há médiuns e curadores que dedicam parte do seu tempo distribuindo luz através de palavras de esclarecimento e o movimento das bioenergias. Na estação de metrô lotada, há aquele funcionário que, com uma simples saudação e sorriso, pode mudar para melhor o tom do dia dos passantes. A verdade é que não existe hierarquia de importância para diferenciar quem deseja prestar uma gentileza. Qualquer ato de bondade receberá o sorriso do mundo.

É uma mensagem parecida com essa que a Life Vest Inside tenta passar: a gentileza muda a vida das pessoas. A Life Vest Inside é uma organização baseada em Nova Iorque, fundada por Orly Wahba, que trabalhou por muitos anos com educação de adolescentes.

Começou assim: em 2007 Orly Wahba estava embarcando em um avião para uma viagem de férias com a família. Quando o avião fez escala, ela recebeu a notícia de que uma menina de 7 anos da escola em que trabalhava havia morrido de leucemia. Como professora, Orly Wahba já tinha convivido com o luto em sua sala de aula, 3 anos antes, quando seus alunos haviam perdido um colega de turma. Enquanto ainda estavam se recuperando do primeiro choque, veio esse outro. Ela pensou, “como vou conseguir fazer os meus alunos digerirem mais uma perda?”. “Como é que se encontra ordem em um mundo tão caótico?”, “Como alguém pode flutuar por cima dos tantos eventos da vida que puxam para baixo?”.

Algumas horas depois, enquanto pegava o segundo vôo da conexão, ela sentou no avião, desanimada e um tanto confusa. Olhou para o lado e viu algo escrito que lhe chamou a atenção: “life vest inside” (colete salva-vidas). Ela sentiu um conforto. Pensou: “um colete salva-vidas é algo que se mantém flutuando, mesmo quando tentam empurrá-lo para baixo”. Orly Wahba diz que o nosso colete salva-vidas, a nossa habilidade de superar as dificuldades, é algo que vem de dentro.

Através da gentileza que concedemos aos outros, através da gentileza que os outros se concedem a nós, ajudamos uns aos outros a flutuar nos mares tormentosos da vida.

Abaixo está um vídeo desenvolvido pela organização, filmado em Red Bank, New Jersey. A música é “One Day”, de Matisyahu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.