Homens-livros

Por Wagnes Borges

O Universo é uma imensa livraria. A Terra é apenas uma de suas estantes. Somos os livros colocados nela.

Da mesma maneira que as pessoas compram livros apenas pela beleza da capa, sem pesquisarem o índice e conteúdo do mesmo, muitas pessoas avaliam os outros pela aparência externa, pela capa física, sem considerarem a parte interna.

Outras procuram livros com títulos bombásticos, sensacionalistas, histórias de terror ou romances profundos.

Também é assim com as pessoas: há aquelas que buscam sensacionalismos baratos, dramas alheios ou apenas um romance profundo ou rasteiro.

Somos homens-livros lendo uns aos outros. Podemos ficar só na capa ou aprofundarmos nossa leitura até as páginas vivas do coração.

A capa pode ser interessante, mas é no conteúdo que brilha a essência do texto.

O corpo pode ter uma bela plástica, mas é o espírito que dá brilho aos olhos.

Também podemos ler nas páginas experientes da vida muitos textos de sabedoria. Depende do que estamos buscando na estante.

Podemos ver em cada homem-livro um texto-espírito impresso nas linhas do corpo. Deus colocou sua assinatura divina ali, nas páginas do coração, mas só quem lê o interior descobre isso.

Só quem vence a ilusão da capa e mergulha nas páginas da vida íntima de alguém, descobre seu real valor, humano e espiritual.

Que todos nós possamos ser bons leitores conscientes. Que nas páginas de nossos corações, possamos ler uma história de amor profundo.

Que em nossos espíritos possamos ler uma história imortal.

E que, sendo homens-livros, nós possamos ser leitura interessante e criativa nas várias estantes da livraria-universo, pois somos homens-livros, forever!

A capa amassa e as folhas podem rasgar. Mas, ninguém amassa ou rasga as ideias e sentimentos de uma consciência imortal.

O que não foi bem escrito em uma vida poderá ser bem escrito mais à frente, em uma próxima existência, ou além…

Mas, com toda certeza, será publicado pela Editora da Vida, na estante terrestre ou em qualquer outra estante por aí…

P.S.: Há homens-livros de várias capas e cores, mas Deus é o editor de todos eles.

(Este texto é dedicado aqueles homens-livros que sabem ler nas entrelinhas do brilho dos olhos e na luz de um sorriso a graça da vida em todos os planos.)

Wagnes Borges – nascido no Rio de Janeiro em setembro de 1961, é pesquisador espiritualista e conferencista.

Livros

One thought on “Homens-livros”

  1. Extraordinário. Me alavancou. Adoro ler qualquer coisa desde que a pessoa saiba escrever. Não gostaria de ser escritor, não!. Quando leio algo, eu presumo ser superior aquele que escreveu, apesar de que para o meu gosto literário, eu mesmo não passo de um analfabeto, ou coisa pior, aliás se o cara que escreve for um erudito, aí sim, sou literalmente analfabeto. Nem sei fazer pontuação num texto, mas isso não importa, pois depois de tudo que já li, sou uma verdadeira obra literária. Obrigado a todos os escritores, e este artigo é extraordinariamente exato, puro, esclarecedor, etc. etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.